Busca por conforto e higiene leva cada vez mais clientes aos salões

Acabou o estigma de que apenas metro ou homossexuais têm mais cuidados com aparência, higiene e vaidade. Mais confortáveis para experimentar, cada dia mais homens procuram a depilação para se livrar do incômodo dos pelos. “E eles são bastante decididos, já chegam aqui sabendo o que querem”, diz a depiladora, Juliana Fraguas. Os homens costumam depilar principalmente costas, tórax, orelhas e nariz.

Especializada em depilação masculina há mais de cinco anos, ela não recomenda a remoção de barba e bigode usando cera quente porque os pelos são muito grossos. Mas a retirada de tufos da nuca, de dentro das narinas e lóbulos da orelha, além da parte íntima, tem ótimos resultados.

Homens superam preconceitos e investem na depilação

Não é tão fácil encontrar este tipo de serviço exclusivamente voltado ao sexo masculino. “E os homens só costumam entrar em centros de depilação quando tem uma placa na porta dizendo que é para o público masculino”, diz Juliana.

Outros acabam aderindo ao hábito como forma de atender às solicitações de seus pares. “É muito importante ressaltar que isso faz parte de um processo. Geralmente os clientes que me procuram já têm o costume de aparar os pelos com tesourinha ou máquina”. A especialista ainda adverte: “as esposas têm que entender que não vão conseguir mudar seus maridos de uma hora para outra. Estes são os que geralmente não voltam”.

Homens são bastante detalhistas e não são raros os casos dos que reduzem bastante a quantidade de tufos nas costas e tórax, mas mantêm alguns pontos estratégicos de pelos na lombar e peito, por exemplo.

O objetivo é simples: remover o incômodo em regiões específicas, sendo decisivo quanto à manutenção de alguns sinais de virilidade. É basicamente uma busca por conforto e higiene; uma decisão que parte do incômodo e não da vaidade.

Encontra esses tratamentos perto de você 

Curta a página do Guiacorpo.com no Facebook

Responder