Entenda as vantagens e desvantagens da Criolipólise

A Criolipólise é um método não invasivo que utiliza baixas temperaturas para eliminar a gordura localizada, portanto, não requer anestesia ou qualquer substância injetável.

Esta técnica será indicada após uma avaliação, onde será analisado se o indivíduo a ser tratado possui hipersensibilidade ao frio, se passou por cirurgias recentes e se possui infecções ou feridas na área a ser tratada, sendo não indicada para pessoas com sobrepeso ou obesas, pois esta técnica tem como finalidade eliminar gorduras localizadas em indivíduos que estejam com o peso ideal e pretendem definir as linhas do corpo. Também é contraindicada para indivíduos com diabetes descontroladas e gestantes.

A técnica é realizada colocando o tecido adiposo em contato com dois painéis de resfriamento usando um aplicador de pressão em forma de copo para acoplar o tecido.

Essa exposição a baixas temperaturas, em torno de -5 a -10°C, ocorre então por um tempo prolongado, em média 40 a 60 minutos, estimulando um processo inflamatório local, com fragmentação dos adipócitos que serão fagocitados por macrófagos que farão a digestão das células de gordura, ocorrendo assim o fenômeno chamado de apoptose ou morte celular programada, resultando por fim, na redução da camada de gordura subcutânea, e consequente perda de medidas.

O intervalo de uma sessão e outra são de no mínimo três meses, embora raras vezes sejam necessárias mais de uma sessão, uma vez que apenas uma é capaz de eliminar até 25% da gordura localizada.

O presente estudo objetiva realizar uma revisão de literatura para descrever as vantagens e desvantagens do tratamento estético a base de criolipólise.

Realizou-se um estudo bibliográfico do tipo exploratório-descritivo, através de uma busca na base de dado da Biblioteca Virtual em Saúde (BVS), com os seguintes descritores: Estética, Tecido Adiposo e Congelamento.

Foram incluídos artigos que foram publicados em português nos anos de 2015 a 2016, e excluídos aqueles que se encontravam duplicados.

Existe uma grande vantagem nessa técnica, pois além de não ser invasivo diferente da lipoaspiração, pode-se levar uma vida normal após os procedimentos, evitado dor, cicatrizes e sem precisar ter uma recuperação pós-cirúrgica.

Por outro lado, essa perda de gordura é progressiva, podendo esse procedimento demorar mais tempo do que outros métodos. Deve-se ficar atento com a prevenção de queimaduras, se os equipamentos estão sendo registrados pela ANVISA e certificados pelo INMETRO.

Conclui-se que a criolipólise é método não invasivo para redução seletiva de gordura que demonstrou eficácia na diminuição do tecido subcutâneo, com efeitos colaterais mínimos e reversíveis neste estudo.

Fonte: Unicatólica

Débora de Freitas Tavares; Mauro Enrique Alves de Sousa; Liene Ribeiro de Lima

Encontre esse tratamento perto de você!

Curta a página do Guiacorpo.com no Facebook

Responder